Franquias Goiânia, Goiás

Esta página disponibiliza matérias interessantes sobre franquias e uma lista de empresas e profissionais liberais na cidade de Goiânia. Encontre abaixo empresas e profissionais liberais da região de Goiânia que oferecem diversos produtos e serviços e ainda esclareça suas dúvidas sobre franquias.

Auto Finance
(62) 3274-1211
av T 7 Q 31, s/n lt 13 s 1, Setor Bueno
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Fininvest Negócios de Varejo Ltda
(62) 4009-5250
av Goiás, 618, St Urias Magalhães
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Banco Citibank S/A
8009-92484
av República do Líbano, 1874, Qd E Lt 39, St Oeste
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Muito Fácil Arrecadação e Recebimentos Ltda
(62) 4013-3400
r 10, 250, Tr Sl 14, St Oeste
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Banco Rural S/A
(62) 4006-9711
av República do Líbano, 1551, St Oeste
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Financeira Alfa S/A Crédito Financiamento e Investimentos
(62) 3251-2511
av T-9, 735, Qd 87 Lot 23, St Bueno
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Banco ABN Amro Real S/A
(80) 0770-2001
av Anhanguera, 8662, Qd 88 Lot 1, St Campinas
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Banco Sofisa S/A
(62) 4005-0500
r Nove, 558, Qd F4 Lot 45 An 4, St Oeste
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Banco Safra S/A
8001-51234
av República do Líbano, 2030, St Oeste
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Atlanta Administradora de Crédito
(62) 3526-5000
av Anhangüera Q 21, 5389 lt 30/32 s 301/2, Setor Central
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Que tal aumentar seus lucros e transformar seu negócio em uma franquia?

O mercado atual vem buscando novas alternativas de empreendedorismo e as microfranquias têm ganhado espaço por ser um negócio que exige pouco investimento, baixa complexidade e muita rentabilidade. Confira a entrevista abaixo:

Sebrae – Qual é o passo a passo para transformar meu negócio em uma microfranquia?

Arthur Hipólito – São 8 passos principais:

O empreendedor deve fazer uma avaliação do seu negócio para saber se ele é multiplicável, porque existem negócios maravilhosos mas que não têm condições de serem repetidos, são muito personalizados; O negócio sendo multiplicável deve-se avaliar se é possível que suas receitas sejam compartilhadas e se o repasse franqueador/franqueado compensará para ambas as partes; É importante formatar seu negócio dentro do padrão de franquias, enquadrar juridicamente a empresa como franquia, elaborando a circular de oferta e o contrato da mesma, isso é decisivo e deve ser feito por um profissional competente; Criar uma maneira de divulgar a franquia pelo Brasil; Construção da franquia; Processo decisivo de emplantar, acompanhar, supervisionar e monitorar a sua operação; É importante associar-se a ABF – Associação Brasileira de Franchising pois além de lhe garantir respaldo no mercado te fornecerá o apoio necessário na criação do seu negócio.

Sebrae – Em quanto tempo consigo realizar esse processo e quais órgãos devo procurar para dar início a franquia?

Arthur Hipólito – É possível realizar as oito etapas em um prazo de seis meses. Primeiro procedimento é a criação de um contrato social feito por um contador e registrado na Junta Comercial. Lembrando que é de suma importância a contratação de um bom contador e advogado para realizar o terceiro passo.

Sebrae – Por que é bom negócio criar ou investir na microfranquia?

Arthur Hipólito – A microfranquia demanda pouco investimento inicial (de até 50 mil reais) e tem retorno rápido. Exemplo é a Home Angels, segmento do Grupo Zaiom que presta serviço de cuidador de idoso por meio do Home Based, ou seja, atendimento domiciliar. É uma microfranquia que não necessita de um ponto comercial, você pode montar na sua casa, barateando seus custos fixos iniciais.

Sebrae – Quais características que o empreendedor precisa desenvolver para que sua microfranquia funcione plenamente?

Arthur Hipólito – É importante entender que existem seis “viés”. O franqueador precisa:

Ter habilidade técnica; Trabalhar com marketing para que a marca se torne conhecida; Ser comerciante, porque ele precisa vender seu produto; Ter capacidade operacional, ou seja, administrar a demanda de trabalho; Ter controle financeiro da operação, saber o que é seu pró-labore, o que é para investimento, ter consciência de que este é um negócio que requer manutenção para que a empresa possa crescer; Ter um bom relacionamento com os funcionários, aprender a recrutar, selecionar e treinar os funcionários que estarão com ele no dia a dia. Sebrae – Até aqui falamos em como ser um franqueador. E para ser um ...

Clique aqui para ler este artigo em Mais Resultados